Wednesday, January 30, 2008

Grito Boa Vista potencializa Coletivo


Manoel, em apresentação do Mr. Jungle
foto: Renato Reis


Manoel Vilas Boas é um dos criadores do Coletivo Tomarrock, que é quem movimenta a cena em Roraima. Também músico, é vocalista da banda Mr. Jungle, que se apresenta no Grito Rock Cuiabá - também se apresentaram no Calango do ano passado. Inclusive, segundo o próprio Manoel, as viagens do Mr.Jungle contribuíram com a mudança de mentalidade das bandas de Boa Vista, que estão buscando cada vez mais lançar os próprios materiais e correr atrás de circulação e integração. Além do Grito Rock Boa Vista, o Coletivo Tomarrock realiza outras ações durante o ano, como o Tomarrock na praça, Tomarrock na escola, e o Tomarrock na Estrada. Sem dúvida é um dos coletivos que devem crescer bastante e se agregar com os demais do Circuito nesse ano. Enfim, conheça mais sobre o Coletivo Tomarrock e o Grito Rock Boa Vista na entrevista abaixo:


oq representa para boa vista participar de um evento integrado internacionalmente?
Representa passar a existir de verdade. Estamos nos organizando. Criamos o TomaRRock, nosso coletivo, para poder representar as bandas e produzir eventos para que as bandas possam mostrar seus trabalhos e criar um público aqui, acostumado com covers. E poder participar do maior Festival de Música independente da América latina é a maior oportunidade para as bandas e também do público de se inserir “nesse mundo independente”. Nosso evento será bem produzido e esperamos o melhor.

Uma das vantagens do grito integrado é a possibilidade maior que as bandas têm de circular, passando por vários "gritos", conforme a articulação. Como tá o clima aí com as bandas de boa vista? quais delas querem e tem condição de circular?
Com as viagens do Mr Jungle em 2006 e 2007, várias bandas mudaram a mentalidade e outras surgiram já com o intuito de se integrar e se articular e isso já está rendendo, pois várias bandas de Boa Vista vão participar de outros gritos. Sheep e Somero participarão do Grito Rock Manaus, Veludo Branco do Grito Rock Rio Branco, Several Bulldogs do Grito Rock Vilhena e o Mr Jungle do Grito Rock Cuiabá. Outras estão se preparando pra lançar seus singles e EPs e quem sabe poder circular e se integrar cada vez mais.

nota do Cubo: o Mr Jungle toca no Grito Rock Cuiabá no domingo, às 23:20h.

Em Cuiabá, pela segunda vez no ano o Grito Rock acontece integrado ao carnaval multicultural da prefeitura. Houve alguma visualização por parte do poder público para com o grito em boa vista?
A Prefeitura de Boa Vista sempre apoiou os eventos organizados pelo Mr Jungle e agora do TomaRRock. Vejo que ainda falta visão por parte dos políticos de entender que os eventos vêm pra somar e não competir com outros eventos, pois é uma opção saudável e muito bem organizada para a população. Já temos o TomaRRock na praça, que leva o som das bandas e integra grafite e skate para as praças da cidade e estamos fechando um acordo para que continue esse ano. Além disso, o TomaRRock na Escola e o TomaRRock na Estrada levarão cultura para, respectivamente, as escolas da capital e para as cidades do interior do estado. Mas sempre é uma luta pra conseguirmos aprovar esses projetos e sabemos que será sempre assim, mas que os bons resultados não podem ser negados.

Em Cuiabá, dois dos métodos de escolha das bandas se basearam em cotas para coletivos culturais (como Volume, Instituto Mandala e Espaço Atômico), além de prévias classificatórias com bandas novas. Quais foram os critérios de seleção do Grito por aí?
Como somos um estado bem pequeno, temos poucas bandas com reais condições de participar com qualidade dos eventos e ainda estamos requisitando as bandas através de um histórico e por envio de material (mp3, vídeos) para uma seleção. Eu espero que, em algum tempo, teremos uma maior quantidade de matéria prima e poderemos selecionar e ter uma qualidade ainda maior. As bandas que participarão do grito serão todas de muita qualidade e de estilos variados. Já ouvi algumas reclamações de bandas que ficaram de fora, mas explico que essas mesmas precisam se organizar muito ainda pra participar e que isso é fundamental pro sucesso do nosso movimento.

Uma das principais características do Grito Rock integrado é a possibilidade de circulação e intercâmbio de bandas, jornalistas, produtores e demais agentes envolvidos. Como vai se dar esse intercâmbio aí de Roraima com outros estados da região?
Infelizmente não poderemos trazer ninguém, pois trabalhamos com verba zero e só com apoio, mas sabemos que esse intercâmbio de profissionais que atuam nos eventos é fundamental para expandir o horizonte das pessoas envolvidas, consolidação das ações realizadas e atrair profissionais locais pra participar.

Algo que queira acrescentar?
O TomaRRock tende a crescer e sempre estará tentando aprender, crescer e somar com outros coletivos e com o movimento. E como músico, espero um show bem quente do MR JUNGLE na Hell City. Podem esperar.
Rock n’ Roll, Babe.

0 Comments:

Post a Comment

Subscribe to Post Comments [Atom]

Links to this post:

Create a Link

<< Home